A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

quinta-feira, março 30, 2017

Côr de Os Gatos de cada dia

























Os  gatos ,
entram   na  nossa  vida   pela   porta   estreita   do   afecto
e
demoram - se   e   fazem   ninho   ,  pequenos   deuses  sem   tutela ,
como   quem   faz   do  nosso   coração   a  sua  casa .

A   sua   soberania  é   ágil  e   volátil  
como
o  voo   dos  pássaros  e   o  sono  das  fadas  .

Os   gatos  são   a  nossa   paixão  abençoada
pela  alma  que   põem  no que   são  e  no  que  sabem ,
pela   ternura  que  guardam   no  que  escondem

Pela   boca  dos  gatos   diz - se   a  liberdade  ,
de   quem  se  dá   só   a   quem  ama .

São   os  gatos  nossos  de  cada  dia ,

guardiões   de   um  saber  que  vem   do  tempo
em   que  tudo   era  somente   revelação   e   princípio .



E
do  que  não  tem   dono ,  
é    
livre   e  é  eterno .







José   Jorge   Letria  _  Os  gatos  nossos  de  cada  dia [  com  alguns  cortes ]
imagem  _  Janie Olsen  _

terça-feira, março 28, 2017

Côr de . . . que somos



















Filhos dum deus selvagem e secreto
E cobertos de lama , caminhamos
Por cidades ,
Por nuvens
E desertos .
Ao vento semeamos o que os homens não querem .
Ao vento arremessamos as verdades que doem
E as palavras que ferem .

Da noite que nos gera , e nós amamos , 
só os astros trazemos.

A treva ficou onde
Todos guardamos a certeza oculta
Do que nós não dizemos ,
Mas   que somos.








José  Carlos  Ary  dos   Santos
imagem _   Tomasz  A .  Kopera   _

domingo, março 26, 2017

Côr de atento



Repara
bem ,
no   que  não   digo .







Paulo   Leminski 
imagem  _  Laura  Makabresku _

sábado, março 25, 2017

Côr de aspiração





















nuvens   que   gostariam  de   ser  aves .










imagem  _   Alexandra    Khitrova   _

quinta-feira, março 23, 2017

Côr de . . . a força do silêncio





















Quando  
uma voz  se cala ,
há 

um silêncio que fala .

Simples , rápido ,


 e
 quanta força !




imagem  _   Christian   Schloe _

sábado, março 18, 2017

Côr de lamentar ?

























Não
nos   lamentemos  . . .

as   serpentes    sempre   dançaram   bem    na  frente    
dos  nossos  olhos .
E
sempre   se   anunciaram   através   do   chocalho  do 
seu    guizo .

Somos   ingénuos  ?

Pior  . . .
Fazemo - nos    de  cegos ,  surdos   e  mudos !







imagem  _   Christian   Schloe  _

quinta-feira, março 16, 2017

Côr de longo abraço




















Quando
se   acabou   o  longo   abraço ,
um  cheiro   espesso   de  flores  e  frutos   invadiu   o  ar .
Dos   corpos   ,   que  estavam  juntos  ,
soltavam -  se   vapores  e   fogos   jamais  vistos ,
e
era  tanta   a  sua  formosura ,
que 
estavam   morrendo
de   vergonha  , 

os
sois   e  os  deuses .










Eduardo   Galeano
Imagem   _   Steven  DaLuz  _

terça-feira, março 14, 2017

Côr de . . . se for preciso .



























Morrer de amor
ao pé da tua boca

Desfalecer
à pele
do sorriso

Sufocar
de prazer
com o teu corpo

Trocar tudo por ti  ,
se for preciso .

 




Maria  Teresa  Horta

Imagem  _  Redmer   Hekstra  _



Tudo . . .
Será  que   trocaria   ?

domingo, março 12, 2017

Côr de pacientemente























A
História   da   humanidade
espera  pacientemente ,
pelo  triunfo   dos   desafortunados . 








Rabindranath   Tagore
imagem  _    Hieronymus Bosch,  _



E
os  desafortunados    onde   irão   buscar   forças   e  paciência 
para
atingir   esse   triunfo ???

quarta-feira, março 08, 2017

domingo, março 05, 2017

Côr de será ?





Instigarmos
alguém   a  efectuar  determinado  procedimento ,  
sem  
termos   nas  mãos   a   solução   para  o  que   daí   
possa    advir  ,   será  . . .

 
  
apenas   inconsciência  ?! 








imagem  _ Andrius   Kovelinas _