A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sábado, janeiro 30, 2016

Côr de ?















_ Que
procuras ?
A   verdade  . . .  
Perdeste - a  ?! 
Não ,   roubaram -  ma  .  _








 imagem _ Christian  Schloe _

segunda-feira, janeiro 25, 2016

Côr de ainda não sei














Quando fui ferida ,
por Deus , pelo diabo , ou por mim mesma ,
_ ainda não sei _
percebi que não morrera, após três dias,
ao rever pardais
e moitinhas de trevo.
Quando era jovem ,
só estes passarinhos,
estas folhinhas bastavam
para eu cantar louvores ,
dedicar óperas ao Rei .
Mas um cachorro batido
demora um pouco a latir ,
a festejar seu dono
_ ele, um bicho que não é gente _
tanto mais eu que posso perguntar . . .
por que razão me bates?


Por isso , apesar dos pardais e das reviçosas folhinhas
Uma tênue sombra ainda cobre meu espírito.
Quem me   feriu ,  perdoe-me.






Adélia  Prado  _  Poesia  reunida  _
imagem  _  Igor Fedorov